quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Ainda dá pra acreditar?

Ainda dá pra acreditar?

Dia de ansiedade para mais um jogo do Galo. Mais um jogo no Mineirão.

Sensação diferente, já que aquela sensação de "jogar pra perder" presente desde 1987 e que foi a tônica de eliminações para Flamengo, Corinthians, Goiás, Criciúma, Botafogo, dentre outros, não existia mais.

O Galo nos ensinou a jogar pra vencer.

Apesar do Time parecer não ter alma e de jogar sem estrutura técnica e sem vencer há 4 jogos, o passado recente dava a confiança.

Veio o jogo... A torcida fez sua parte, mas o time foi apático... Levou dois gols (poderiam ser mais) .

O adversário teve um expulso, fizemos um gol. Quando tudo parecia conspirar para um empate, o terceiro gol veio como uma flecha no coração.

A torcida, que no intervalo começava a lembrar os anos 90 com bate boca e desânimo, voltou definitivamente no tempo, levantou-se e foi embora.

Para o sonhado título vir precisamos fazer 2 para penaltes ou 3 para levarmos no tempo normal.

Olhamos para o passado recente e vemos o Tijuana, as viradas de 2 a 0, os dois 4 a 1 de 2014...

Em comum em todos estes feitos foi decidir em casa.

Nunca vencemos uma adversidade fora.

Temos ainda, eliminações em jogos possíveis contra Inter, Atlético Nacional e São Paulo pela Libertadores.

Além de tudo isso, nosso time não tem alma... A atmosfera é de desconfiança e os gritos de #Eu Acredito não tem convicção.

Uma virada contra o Grêmio em Porto Alegre parece improvável.

Mas, o coração atleticano que já acreditou em viradas até contra o Brasiliense após uma sonora goleada em Brasília, a cada segundo que passa começa a se aquecer e a acreditar um pouquinho mais.

Depois que o Victor pegou aquela bola contra o Tijuana, aprendemos que nada é impossível. Aprendemos que enquanto houver uma fagulha, haverá Galo.

Tudo pra gente é sofrido. Nada é fácil. E agora não seria diferente.

Para fazer a noite virar dia precisamos da alma.... Alma que nosso menino Maluquinho Luan pode passar para o time.

Alma que aquele time da Libertadores tinha de sobra....

Vou esbravejar, vou acreditar e desacreditar mtas vezes, mas, quando a bola rolar quarta que vem, torcerei contra o vento e serei Galo até morrer!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Copyright 2010 Todos os direitos reservados Blog do Gustavolpsouza