sábado, 18 de fevereiro de 2017

Justiça do Rio determina torcida única

Mais uma decisão no frescor do ar condicionado tira dos estádios a maior razão de existir do futebol: o torcedor.


O fenômeno da violência é muito mais complexo e vai muito mais além da rivalidade das torcidas.


A violência (não só do futebol) é muito mais fruto de relaxamentos de prisão benevolentes, da morosidade na punição, no sentimento de impunidade e omissão do Poder Público.


Essa brincadeira do "raiz" e "nutella" diz muito mais do que parece. Ela demonstra uma sociedade que preza muito mais pelo parecer do que pelo ser.


Não importa se a violência persistir, o que importa é parecer que algo foi feito.


A sociedade cansou-se disso. No futebol dito raiz o torcidas de Flamengo, Fluminense, Botafogo, Vasco, Cruzeiro, Atlético, América, Inter, Grêmio, São Paulo, Santos, Corinthians, Palmeiras, Vitória e Bahia dividiam as arquibancadas e a polícia era respeitada.


No futebol dito nutella, todos estão certos e aquelas torcidas que embelezam o futebol e são sua razão de existir são sempre culpadas.


E assim seguimos, tapando o Sol com a peneira, jogando a poeira debaixo do tapete e tirando o sofá da sala.


Fiquem tranquilos Fferj e "grandes" clubes cariocas, o tempo, senhor de tudo, mostrará o acerto de vocês.


Peço que não desistam, o futebol precisa vencer!!!


Deuses do futebol!!


Rogai por nós!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Copyright 2010 Todos os direitos reservados Blog do Gustavolpsouza